terça-feira, 8 de junho de 2010

Breve carta aberta ...


Sou Frederico Maia de Loureiro, um jovem adulto de 31 anos. Há uns anos tive a sorte de tirar uma licenciatura na área de Marketing e Publicidade. Apesar da licenciatura, segui outro ramo profissional mais adequado ao estilo de vida que decidi ter nesta curta passagem a que deram o nome de "Vida". Bem mas adiante, escrevo-vos porque para além dos óptimos momentos de estudante que passei a tirar esse mesmo curso, adquiri também alguns conhecimentos que me fazem vontade de partilhar algumas ideias que podem vir a ter resultados comerciais para algumas marcas.

Hoje assisti pela televisão ao jogo de preparação da nossa selecção para o Mundial 2010 contra Moçambique. Não terei sido o único, que, passados 20 minutos, estava a desesperar com dores de cabeça e a pensar seriamente em cortar os pulsos... O curioso é que nada teve a ver com os nossos jogadores, nem com as cervejas que bebi, nem mesmo com o cabelo do Pedro Mendes. Estes sintomas suicidas eram causa directa do som ensurdecedor das putas das vuvuzelas (perdão pelo "Francês"). É verdade... Todos os que tiveram o azar de ouvir o jogo na televisão, terão notado, que do primeiro ao último segundo, lá estavam as 28 mil "boquinhas" dentro do estádio, coladas à puta da vuvuzela a guinchar que nem um porco em plena matança, ou mesmo, um ajuntamento de todas as abelhas do universo dentro de uma só colmeia.

Em vez de cortar os pulso, pus-me a pensar o que poderia representar aquela "oportunidade de mercado". Rapidamente me surgiram duas ideias!! Assim, e para meu bem, aqui vão de bandeja essas mesmas ideias:







  • Á Repsol, proponho que para cada 2€ de gasolina ofereçam um set de tampões de ouvidos para quem quiser arriscar ver o resto do mundial pela televisão...

  • Á BP, propunha uma parceria com a Control e fazem uma acção de rua à porta dos estádios do mundial a oferecer amostras de lubrificante "Vuvucu" a cada um dos proprietários das vuvuzelas. Estou certo que num instante deixam de as pôr na "boquinha" e dar-lhe-ão outra utilidade...



Os meus melhores cumprimentos

F.M.L


P.s: Para quem não teve oportunidade de ouvir aqui está um breve exemplo de 1 minuto... imagine-se 90!!!



video

4 comentários:

  1. Se eu fosse à REPSOL seguia a ideia... é que dava mesmo lucro!!!

    Muito bom!

    ResponderEliminar
  2. Qual air, vc devia era estar em terra!

    ResponderEliminar